13/03/2018

Projeto não foi votado na sessão desta segunda-feira (12), no legislativo de Apucarana.

O projeto de lei 021/2018 de autoria da mesa diretiva que seria votado nesta segunda-feira (12) mais uma vez ficou adiado. A retirada do polêmico projeto foi decidida ontem (12) após uma reunião entre os vereadores no gabinete do presidente, as portas fechadas, antes da sessão. Segundo informação o acordo teria sido feito para retirar o projeto de pauta, o que não ocorreu, e logo em seguida, o vereador e primeiro secretário, professor Molina pediu vistas, e o projeto deverá voltar a pauta na sessão da próxima segunda (19).

Bastante polêmico o projeto autoriza a suplementação do valor de R$ 360 mil para arcar com as despesas da nova licitação de R$ 453.681,49 para reforma do legislativo.

A obra que estava orçada inicialmente em R$ 235.839,72, já teve um aditivo de R$ 105.459,34 e com essa nova licitação no valor de R$ 453.681,49 já publicada, os valores gastos deveram totalizar R$ 794.980,55.

Na sessão realizada na quinta-feira (8), o vereador Professor Edson, questionou os valores gastos na reforma do legislativo de Apucarana, e pediu vistas no projeto, e fez diversos questionamentos, entre eles, se não seria prudente a presidência rever esta posição, de gastar mais R$ 453.681,49 por ocasião do momento de crise.

Segundo informações o presidente do legislativo, Mauro Bertoli (DEM), estaria temerário, pois vários vereadores o procuraram, reclamando do desgaste político que estão tendo, inclusive sendo cobrados pela população, e com a possibilidade de não ser aprovado, combinou em reunião fechada de retirar de pauta, o que acabou não ocorrendo, sendo apenas retirado mediante pedido de vistas.

A lei de licitações prevê a necessidade da existência de dotação orçamentária, antes de abrir uma licitação, mas no legislativo apucaranense, o caminho é o inverso, abriram uma licitação de até R$ 453.681,49 prevista para ocorrer em 10/04/2018, sem antes ter o valor garantido.

E ai presidente Mauro Bertoli, vai fazer o que ?.

 

O que achou desta notícia ? Deixe um comentário.
  1. Uma fara estão tentando fazer com o dinheiro publico, não tem dessa de subir o valor da obra, se a licitação foi feita a empresa que ganhou a licitação que cumpra e se virem para terminar o acordo, não tem dessa de fazer adtivo ou acordo diferente!! estamos enfesando com esse presidenta da camara dos Vereadores em, olha o povo VÃO ENCHER DE VIDEO PARA O FANTASTICO QUAL O BRASIL QUE EU QUERO EM!! Tem muitas coisas para melhorar na cidade conforme os outros comentarios, agora que fazer bonito pra quem? para encher o bolso de quem?

  2. Não dá pra entender ,já falei SOU ANTI BERTOLI ,mas a maioria reclama ,mas todas as eleições ele ganha.
    Política da nogo de ouvir…

  3. Quantas consultas com especialistas daria pra fazer?
    Sabem fazer as contas senhores vereadores?
    Este tipo de gasto deveria passar por uma consulta pública e adivinha a resposta:
    Não.

  4. Precisamos de uma nova UPA, precisamos reformar escolas, creches, praças e parque da raposa. Obras para o povo e não obras para meia dúzia de vereadores trabalharem 2 horas por semana.

  5. Tanta melhorias presizava ser feita na cidade de Apucarana os políticos vão gastar mais meio milhão com reformas na prefeitura isto é mesmo um tapa na cara da população que paga IPTU mas outros altos impostos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *