16/05/2018

Mulher de 39 anos foi presa, após tentar pegar sobrinho sem autorização na tarde desta terça-feira (15), no Jardim Cidade alta, em Apucarana.\

A central de operações ordenou o deslocamento da equipe policia até a Rua Santo Jacomine no Jardim Cidade alta, em Apucarana, por volta das 14h35 desta terça-feira (15), pois segundo a solicitante de 21 anos, a mesma exerce na sua residência a atividade de babá, e estaria na frente da sua casa, a tia de uma das crianças, um menino de 5 anos, estaria exigindo a entrega da criança sem a devida autorização do pai.

Equipe no local foi recebida pela solicitante, a qual começou a relatar que há um ano e meio cuida do menino de cinco anos, que por estes dia o pai já tinha alertado sobre uma briga que estaria ocorrendo no âmbito familiar e que devido a isto era expressamente proibido a entrega de seu filho, a qualquer outra pessoa. Todavia nesta terça-feira foi até a sua residência, uma tia da criança de 39 anos, a qual passou a exigir que a criança fosse entregue a ela, porém a solicitante ciente dos fatos negou a entrega.

Então a partir desse momento a tia começou a gritar e a tentar forçar a entrada na sua residência, o que veio a gerar grande transtorno para o seu serviço e inclusive as crianças passaram a ficar agitadas. No momento da chegada da equipe no local a tia não mais se encontrava, todavia no momento que esta equipe estava elaborando o boletim, a tia retornou ao local extremamente nervosa e negava-se a colaborar, fato este que veio a gerar mais transtorno. Para elucidar os fatos os policias entraram em contato via fone com o pai, para confirmar os fatos, e de imediato pai afirmou que a tia não estava autorizada a buscar seu filho.

Com base nos fatos narrados e na vontade da solicitante em representar contra a tia da criança pelo crime de perturbação do trabalho, foi dado voz de prisão a mulher de 39 anos e encaminhada até o cartório da Policia Militar para os procedimentos pertinentes ao caso.

O que achou desta notícia ? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *