26/06/2014

O SINDSPA (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Apucarana e Região) realiza hoje (26), em frente ao sindicato, um protesto contra o prefeito da cidade Carlos Alberto Gebrim Preto (PT).

Durante a atividade os dirigentes sindicais denunciarão as atitudes antissindicais que o prefeito vem tomando desde que assumiu e recolhendo adesões a um abaixo-assinado pedindo sua saída e de seu vice do cargo, junto com seus secretários.

De acordo com Elisabete Costa de Sousa, presidente do SINDSPA, Beto Preto não negocia com a entidade as reivindicações dos trabalhadores e desde o começo deste ano vem promovendo uma série de práticas para impedir a atuação dos sindicalistas.

“Ele tem mandado servidores puxa-sacos e comissionados tumultuar nossas Assembleias, teve acesso a uma ficha de filiação do Sindicato e começou a pressionar servidores a preencherem, não se sabe com qual intenção, e está perseguindo até mesmo quem não faz parte da diretoria ou nem mesmo é aliado a nós”, relata.

Elisabete afirma que a assessoria jurídica do SINDSPA já está reunindo documentos e provas, através de fotos e imagens, para questionar na Justiça essa conduta do prefeito, que fere o direito à liberdade sindical, previsto na Constituição Federal.

“Ele está agindo com um grupo de puxa-sacos, comissionados e servidores que ainda estão em estágio probatório. Estas pessoas saem de seus postos na Prefeitura, Autarquia de Saúde e Autarquia de Educação, para impedir, através de ameaças, servidores que queiram participar das Assembleias. Os salários deles são pagos pelos contribuintes de Apucarana para trabalhar e não para fazer oposição sindical ou defender os interesses do prefeito”, observa Elisabete Costa de Sousa. Fonte: Assessoria de Imprensa Sindspa.

Sindspa

O que achou desta notícia ? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *