28/06/2014

Deputado do PSC decide manter plano de disputar vaga na Assembleia. PSDB precisa definir vice até segunda-feira.

O deputado federal Ratinho Jr. (PSC) decidiu na noite de ontem manter sua candidatura a deputado estadual e recusar o convite para ser vice na chapa que tenta reeleger o governador Beto Richa (PSDB). A decisão foi tomada ontem depois de uma reunião com integrantes da Executiva nacional e do diretório estadual do PSC. O partido decidiu dar prioridade a fazer uma bancada significativa na Assembleia Legislativa.

Ratinho foi convidado para a vice de Richa depois de o PMDB ter feito sua convenção e lançado o senador Roberto Requião como candidato próprio ao governo do estado. Até então, a ideia dos tucanos era ter um peemedebista compondo a chapa com Richa.

Ratinho e Richa se encontraram no final da tarde de ontem e o governador reforçou o convite. Ratinho, porém, só tomou a decisão depois da reunião com os correligionários. O PSC faz hoje a sua convenção estadual e deve apoiar Richa, mesmo sem participar da chapa majoritária.

Ratinho passou a integrar o grupo de Richa no ano passado, depois de ficar em segundo lugar na disputa pela prefeitura de Curitiba em 2010. Ele foi convidado para ser secretário de Estado de Desenvolvimento Urbano e, desde então, especulava-se que poderia ser vice de Richa e talvez até mesmo seu possível sucessor em 2018.

No PSC, a aposta, antes mesmo do anúncio feito por Ratinho, era de que o deputado continuaria fiel ao plano original. De acordo com o coordenador-geral do PSC no Paraná, Lineu Tomass, a decisão da legenda no estado é que o atual deputado federal seja candidato à Assembleia Legislativa. Com isso, a expectativa é de que o partido consiga uma bancada importante no Legislativo estadual a partir de 2015.

Vice

O PSDB agora corre contra o tempo para encontrar um vice para Richa. A principal opção parece ser a de convidar alguém do PSD, um dos principais partidos na coligação dos tucanos. Outra possibilidade seria a de manter o atual vice-governador, Flavio Arns (PSDB), na chapa deste ano, repetindo a chapa pura montada pelo partido em 2010. A lei exige que a decisão seja registrada até a próxima segunda-feira.

Fonte Gazeta do Povo – Colaborou:Rogerio Waldrigues Galindo.

Ratinho Junior

O que achou desta notícia ? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *