28/06/2014

O nível dos rios Iguaçu e Paraná  continua subindo na fronteira do Brasil com o Paraguai e Argentina. A vazão nas Cataratas do Iguaçu, às 10h, deste sábado (28), chegou a 10.267 metros cúbicos de água por segundo.

Entre esta tarde e o início da madrugada de domingo, a previsão é que o Iguaçu atinja naquele ponto um pico de 14 mil m³/segundo, o equivalente a quase 12 vezes o volume normal, que oscila entre 1,2 mil m³/segundo a 1,5 mil m³/segundo, dependendo do período.

O Rio Paraná, abaixo das Cataratas do Iguaçu, também sofre o impacto direto da cheia do Rio Iguaçu, que está com seu volume alterado, bem acima do normal, em todo o percurso. Pela manhã, a situação era de alerta na região da Ponte da Amizade, onde o nível do Paranazão estava em 108 metros. Com a elevação do Iguaçu, a previsão para aquela localidade é de inundação.

Nas próximas horas, o rio deve atingir 112 metros, inundando de 12 a 15 casas no bairro San Rafael, no Paraguai. Acima de 109 já são registrados os primeiros alagamentos, de acordo com a Divisão de Hidrologia da Itaipu.

A chuva deve dar uma trégua neste domingo, (29). No começo deste mês, a terceira maior cheia do Rio Paraná desalojou 500 famílias  ribeirinhas. A Itaipu, do lado paraguaio, ajudou os desabrigados. A Divisão de Hidrologia está de plantão fazendo o monitoramento permanente dos rios e divulgação de boletins.

CATARATAS

O que achou desta notícia ? Deixe um comentário.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *