23/03/2019

Maria Inês de Araújo, de 54 anos, morreu na tarde deste sábado (23), em grave colisão frontal com caminhão, na PR-170, no Contorno Norte de Apucarana.

A mulher que morreu em um acidente de trânsito na PR-170 no Contorno Norte, de Apucarana, Ela foi identificada como Maria Inês de Araújo, de 54 anos, era servidora pública da Saúde Pública, no UPA de Apucarana,

Uma mulher de 54 anos, morreu e um homem ficou gravemente ferido na tarde deste sábado (23), por volta das 17h16, após uma colisão entre um veículo e um caminhão na PR-170 no KM 67, no Contorno Norte em Apucarana. O veículo GM Opala ano 1990, de cor branca, placas de Apucarana em que o casal trafegava bateu de frente com o caminhão e os ocupantes do carro ficaram presos nas ferragens. A equipe dos Bombeiros desencarceraram o casal.

A mulher que vinha como passageira no carro teve morte no local e o homem foi socorrido pela equipe do Samu e levado para o Hospital da Providência de Apucarana. As equipes da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Polícia Civil de Apucarana estiveram no local para atender a ocorrência.

O instituto Médico-legal (IML) de Apucarana retirou o corpo da mulher para exame de necropsia e liberação para procedimentos fúnebres..

Veja matéria completa no Canal 38 em nossa programação de jornalismo;

– Jornal da Manhã às 07h00 com Welber Lima.

– Patrulha da Cidade às 11 e 19 horas com Paulo Farias e sua equipe.

– Jornal 38 às 12h00 com Narciso do Prado.

– Programa Fala Cidade às 12h30 com Luiz Magalhães.

– Programa Apucarana no Ar às 18h00 com Wilson Mota.

Imagens: Juarez Rocha – Canal 38

O que achou desta notícia ? Deixe um comentário.
  1. Meu pêsames a família,pois o condutor do Caminhão eu conheço trabalhamos na mesma empresa aki de Cascavel.
    Meus grande pêsames a toda a família do carro.

  2. E foi uma pena mais uma vida foi embora mais devemos ter atençao nao precisa correr d vagar chega mais os condutores estuda para cnh mais devia estudar mais curso ele deveria ser 2 anos para ai entao ter mais pratica defenciva tao fica ai minha ideia e meus pesames a familha da vitima
    Obrgadi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *